Áreas de Risco – classificação


As áreas de risco são classificadas segundo o grau de risco que apresentam:
R1  RISCO BAIXO – não se espera a ocorrência de acidentes
R2  RISCO MÉDIO – possibilidade reduzida de ocorrência de acidentes
R3  RISCO ALTO – é possível a ocorrência de acidentes
R4  RISCO MUITO ALTO – é muito provável a ocorrência de acidentes

Critérios utilizados para a classificação do grau de risco:
 características físicas do local
(tipo de solo, presença de cortes / aterros, altura / inclinação, etc.)
 características ocupacionais
(tipo de moradias, distâncias, localização, atividades, urbanização, etc.)
 água
(corpos / cursos d’água, lançamentos, vazamentos, escoamento, etc.)
 vegetação
(espécies favoráveis / desfavoráveis, desmatamento, etc.)
 evidências de movimentação
(cicatrizes, trincas, deformações, inclinações, etc.)

Dúvidas, Comentários, Sugestões, Críticas, Informação, Colaboração:

0 comentários:

Sothonprint

Blog Desenvolvido Por SothonPrint Identidade Visual