sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Escorregamentos – o que são, porque acontecem, o que fazer

  
Escorregamento é a descida rápida de uma camada de material superficial em uma encosta, por perda de estabilidade.

Também chamado de deslizamento, sua causa mais comum é a água, geralmente da chuva.

O escorregamento ocorre porque o material fica mais pesado e mais frágil, perdendo a aderência ao solo onde se apoia.


O risco de escorregamento é tanto maior quanto mais inclinada é a encosta.
O risco de escorregamento é tanto maior quanto mais frágil e absorvente é o material (aterro mal feito, entulho, lixo).
O risco de escorregamento é tanto maior quanto maior a quantidade de chuva.
O risco de escorregamento é tanto maior quanto menor for a aderência (ex.: aterro sobre camada vegetal).
O risco de escorregamento é tanto maior quanto mais “contribuições” de água tiver (vazamentos, lançamentos de esgoto, infiltração de fossas sanitárias, deságüe de beirais, de áreas vizinhas, etc.)
O risco de escorregamento é tanto maior quanto mais desprotegido estiver o material (falta de impermeabilizações, canaletas, drenos, etc.)
O material do escorregamento pode ser solo natural, lixo, entulho, terra solta, etc..
O escorregamento, quase sempre, ocorre de forma muito rápida – segundos, minutos.

Escorregamentos são preocupantes porque ferem e matam pessoas, principalmente crianças e idosos.
No Brasil, só neste ano já morreram mais de 1500 pessoas, vítimas de escorregamentos.


Importante:
O escorregamento, algumas vezes, dá alguns sinais do seu início:  inclinação de árvores ou postes, trincas no solo, estalos, degraus ao longo do terreno (degraus de abatimento). Na dúvida, contate a Defesa Civil.


  


Um raio não cai duas vezes no mesmo lugar!? Tente achar uma árvore alta isolada no topo de um morro...
Onde cai um raio é um lugar propício pra isso, onde provavelmente cairão outros. Por isso colocamos para-raios no topo de edifícios, etc..


Da mesma forma, onde ocorre um escorregamento, possivelmente ocorrerão outros. Em região onde se vê “cicatrizes” de escorregamentos já ocorridos, é alta a probabilidade de novos escorregamentos. Por isso em alguns desses lugares colocamos “para-escorregamentos”, os muros de arrimo.

Mas, cuidado: instalar um para-raio mal feito pode ser pior que não instalar nada. O mesmo vale para um para-quedas, para um “para-escorregamento” (muro de arrimo), etc.. Um bom muro de arrimo precisa de fundações e estrutura bem dimensionadas, drenos, etc..



Reforçando:
A causa mais comum dos escorregamentos é a água, geralmente da chuva.

Em São Bernardo do Campo, os escorregamentos ocorrem geralmente quando o total de chuva em menos de 3 dias (72h) atinge 80mm (= 8 cm) ou mais. Leia o artigo Chuva x Escorregamentos.



Dúvidas, Comentários, Sugestões, Críticas, Informação, Colaboração:

Marcadores: , , , ,

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial