Voluntários dos Núcleos de Defesa Civil salvam vidas em São Bernardo

Fonte: Notícias do Município – Ed. 1652 de 13/12/2012 – pág. 7


Cidade conta hoje com 11 Nudecs, que cobrem 35 comunidades

– “Eu não queria deixar a minha casa, mas hoje sou muito grata aos voluntários dos Nudecs, que insistiram para que eu saísse de lá. Se eu não tivesse aceitado o conselho, talvez hoje não estivesse viva”. É desta forma que a gari Mirlene Ferreira Ramos Santos, 35 anos, moradora do Parque São Bernardo, define a importância do trabalho  realizado pelos voluntários dos Núcleos de Defesa Civil (Nudecs) de São Bernardo.

Ação comunitária
Criados pela Prefeitura em 2009, os núcleos estão instalados naquelas comunidades mais sujeitas a problemas nos períodos de chuva. Formados por voluntários da própria região, que conhecem seus problemas e habitantes, os Nudecs atuam como força auxiliar da Defesa Civil, orientando os moradores sobre como agir quando chove, ajudando a mapear as casas em áreas de risco e realizando diversas outras ações, sempre com o objetivo de preservar a vida e o patrimônio das famílias. Hoje, a cidade possui 11 Nudecs que abrangem 35 comunidades e que contam com 135 voluntários, sete deles no Parque São Bernardo, onde reside Mirlene. Para atender melhor a população, os voluntários foram capacitados pela Prefeitura com aulas teóricas e práticas para, por exemplo, identificar áreas de risco e sinais de perigo. Também receberam orientações sobre como atuar em parceria com a Administração durante a Operação Guarda- Chuva, conjunto de iniciativas para amenizar os problemas causados pela chuva na cidade. Por fim, para serem identificados pela população, os voluntários receberam jalecos, capas de chuva e bonés azuis. Operação Guarda- Chuva Uma das ações previstas pela operação é a Alerta sai de casa, na qual, em caso de chuvas mais fortes, os voluntários e agentes públicos passam de casa em casa informando a população para a necessidade de deixar a residência e se deslocar para um refúgio.


– “Meus colegas que moravam aqui ao lado tiveram que deixar suas casas por causa da  chuva forte. Quando eles saíram a minha casa não apresentava risco e pude ficar.” – Lucia Maria Ferreira, 57 anos, doméstica

– “O que tem contribuído para conseguirmos demover as pessoas da idéia de ficarem nos imóveis em risco são os estudos elaborados pelos técnicos da Defesa Civil.” - Sidnei Quirino dos Santos, que trabalha como voluntário em um Nudec

– “Porta que não fecha e trincas no chão indicam que o local pode estar em risco. Como pertencemos à comunidade, facilita a orientação às famílias.” – Thenco Queirós da Silva, presidente da Sociedade Amigos do Parque São Bernardo e componente do Nudec da região.

0 comentários:

Sothonprint

Blog Desenvolvido Por SothonPrint Identidade Visual