Árvores - risco de queda, providências, autorização para corte, etc


Conforme a situação, o caso será tratado ou atendido pela Secretaria de Serviços Urbanos (Defesa Civil ou Parques e Jardins) ou pela Secretaria de Gestão Ambiental

Em circunstâncias "normais" (não de emergência)
Exemplos: árvore sadia e crescendo, podendo gerar risco de queda, danos ou transtornos; árvore morta, deteriorando, podendo gerar risco de queda; árvore doente, com cupim, etc, podendo gerar risco de queda; árvore interferindo com obras, ou projetos; necessidade de remoção, relocação ou substituição, etc.

  • Se a árvore, ou seus ramos, estão em propriedade particular (legalizada), o caso deve ser tratado pela Gestão Ambiental - conforme procedimento indicado no site da PMSBC: clique em "UTILIDADE PÚBLICA" no tópico "EVENTOS DA VIDA" da guia "CIDADÃO" do site da PMSBC, e depois em "AUTORIZAÇÃO PARA INTERVENÇÃO EM VEGETAÇÃO / ÁRVORE ISOLADA EM IMÓVEL PARTICULAR - SUPRESSÃO, PODA E/OU TRANSPLANTE".
  • Se a árvore, ou seus ramos, estão em área pública, clique em "VcSBC" na página inicial do site da PMSBC

Se desejar ou preferir, ligue / acesse o TeleAtendimento da PMSBC0800-7708-156

Em circunstâncias de emergência
Exemplos: existência  de evidências de risco de queda iminente, tais como tronco partido, forte inclinação, destacamento de raízes, devido a ocorrências recentes de desmoronamento ou deslizamento do solo, incêndio, queda de raio, abalroamento, vendaval; situação de emergência qualificada e declarada por órgão ambiental; etc..
Independentemente da localização (área particular ou não, legalizada ou não):
  • Chame a Defesa Civil - ligue para 199.
Sendo necessário e justificável, será emitida uma "Determinação para Supressão de Árvore(s) em Caráter Emergencial" (v. figura abaixo).


OBS.:

  • A consideração de possíveis futuras eventualidades (acontecimentos incertos, imprevistos: raios, vendaval, etc.) não caracteriza risco iminente. Deve ser tratada como "circunstância normal".
  • Para cortar bananeira não é necessário autorização de caráter ambiental.
  • Em qualquer das situações acima, no aguardo de providências definitivas, considere possíveis ações preventivas como escoramento, amarrações (estaiamento), instalação de anteparos, isolamento e/ou não uso da área suspeita de risco, etc..





Leia também:
Quando e como chamar a Defesa Civil
Direitos, Obrigações, Responsabilidades relacionadas a acidentes, desastres, riscos


Dúvidas, Comentários, Sugestões, Críticas, Informação, Colaboração:









7 comentários:

Anônimo disse...

Excelente artigo!!! Parabéns.

Anônimo disse...

poderia eu mesmo retirar uma arvore em risco

Equipe da Defesa Civil de São Bernardo do Campo - SP disse...

Recomendamos proceder conforme indicado na matéria acima e mais a matéria sobre Direitos, Obrigações e Responsabilidades relacionadas a acidentes, desastres, riscos (v. no Índice).

Anônimo disse...

Boa Tarde,
Preciso de pedaços de tronco de arvore. Por acaso existe alguma poda que eu possa retirar material?
Grata

Equipe da Defesa Civil de SBC disse...

A Defesa Civil não executa corte ou poda de árvores.

Eduardo disse...

Boa tarde a árvore em frente meu comercio caiu. O que faço

Edimilson Balbino disse...

Meu vizinho tem uma árvore no seu quintal um pinheiro, seus ganhos já caíram encima do telhado quebrando duas telhas e por pouco um acidente com uma pessoa cadeirante,já falamos com ele para cortar a árvore mas ele não quer o que devo fazer é quem procurar antes que aconteça outro acidente mais grave

Sothonprint

Blog Desenvolvido Por SothonPrint Identidade Visual